O que é meditação?

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

O que é meditação?

o que é meditação

O que é realmente importante se compreender sobre meditação é que não é o ato de meditar e as formas de meditação em si que importam, mas o estado de consciência que a meditação ajuda a assimilar e fortalecer na nossa estrutura mental.

A meditação é um meio de conexão com a essência, (pura consciência), é um estado de consciência frequentemente identificado pela observação do mundo e de nós mesmos ausente de pensamentos. É a experiência de existir e viver no presente, mesmo que isso seja interrompido, o que vai sendo revivido pela pura consciência com a prática de meditação momento a momento.

Meditação – Antes e Agora!

Certa vez perguntaram à Buda:  “O que você ganhou meditando?”
Buda respondeu: “Nada.”
“Contudo”, disse Buda, “Deixe-me lhe dizer o que eu perdi:
Raiva, ansiedade, depressão, insegurança, medo da idade e da morte.”

 “Lembre, você não medita para ganhar algo, mas para abrir mão de algo.Nós o fazemos, não com desejo de obter, mas de deixar ir.
Se você quer algo específico da meditação, não encontrará; não será capaz de encontrar. Mas, quando seu coração estiver pronto, a paz virá procurando por você.” Ajahn Chah

A Arte da Meditação – Alan Watts

 Então o que é meditação e como praticar?

“A verdadeira meditação é abandonar a tentativa de manipular a experiência.”
— Adyashanti

Não tem como definir a meditação, pois é diferente pra cada pessoa. A experimentação do “mundo” é subjetiva, e única, ou seja, depende do ponto de vista do observador. E meditação é algo que se busca dentro, não existe um manual, mas felizmente muitas explicações de diferentes pessoas ao redor do mundo estão disponíveis para nos ajudar a compreender em parte e por em prática esse processo de meditar por nós mesmos.

O fato de existirem tantas formas de meditação fortalece a ideia de que não existe uma prática perfeita e ideal, e sim uma prática que funciona para você. Na qual você consegue experimentar-se como observador em pura consciência. O que todos devem saber é que apenas com meditação se consegue vivenciar a meditação, então é estudar sim, mas principalmente, sentar, ou começar deitado e deixar-se entrar nesse estado. Permita-se silenciar, e experimentar toda a imensidão de vida que contém nesse instante, na verdade você não precisa de nada para experimentar isso.

O mundo externo cria necessidades que não existem no mundo interno. A meditação tem comprovadamente promovido mudanças positivas na vida das pessoas em geral, alívio de estresse, ansiedade, medo, cura de doenças e principalmente o promovido o amor, a compaixão. Quando meditamos podemos solucionar muitas questões que ficariam para trás sendo lembradas constantemente e gerando novas ações prejudiciais. Sou do pensamento que cada um deve encontrar e respeitar sua forma de meditar, e leva-la consigo como um tesouro companheiro de todas as horas, para todo lugar.

O único momento que existe é o agora, o passado são só memorias, e o futuro são projeções baseados nas memorias passadas. Enquanto nós estivermos usando esses mecanismos mentais não podemos nos conectar com a “fonte”, a sua essência, a parte mais elevada de você. Pensamos constantemente sobre coisas, preocupados com o passado, preocupados com o futuro, acabamos por não viver o presente. Isso é mais profundo do que dizer só “eu estou aqui e agora”, é preciso realmente compreender essa frase em todas camadas no seu interior. A nossa verdadeira “alma” é o observador, o resto são ações da mente. O seu verdadeiro “eu” é o que observa momento após momento, infinitamente. O agora é realmente uma força poderosa, assim que o individuo diz sim para o instante, a afirmação se torna contagiosa. Explode em uma cadeia de afirmações que não conhecem limites. Dizer sim para um instante, é dizer sim pra toda existência.

Algumas pessoas podem achar perda de tempo falar sobre meditação, sobre Chakras e espiritualidade quando deveríamos estar preocupados com “o sistema”, mas na verdade é justamente esse tipo de informação que é importante ser disseminada, para que seja cada vez compreendida e valorizada na vida e na sociedade.

A maioria das pessoas passam tanto tempo estudando sobre a “maquina” que acabam esquecendo-se de si próprios, e se tornando a própria maquina, perdendo o sentido, a estima pela própria existência.
Aqueles que controlam os sistemas não querem uma sociedade de pessoas pensantes que conhecem a si próprias na sua mais profunda complexidade (e simplicidade ao mesmo tempo, pois nós que complicamos tudo), não querem pessoas espalhando mensagens de amor e união e autoconhecimento. Pessoas que conhecem a si próprias, entendem melhor as pessoas e o mundo, assim teríamos mais consciência para nos unir e melhorar o mundo. Em uma sociedade unida não há guerras, não há fome, não há desigualdade, eles sabem que o poder é do povo, sempre foi, sempre será, por isso eles usam mentiras e jogos psicológicos pra nos induzir a inúmeras ilusões egoicas. Por esse motivo é vital que se de ênfase na busca do conhecimento interior mais do que no exterior.

Abaixo algumas citações do Osho (título de reverência concedido a certos mestres na tradição Zen do BudismoBhagwan Shree Rajneesh junto com uma sequência de videos explicando a meditação de modo um pouco mais aprofundado.

“Dizer alguma coisa sobre meditação é uma contradição. Meditação é algo que você pode ter, que você pode ser, mas por sua própria natureza não é possível dizer o que ela é.

Meditar é não fazer absolutamente nada, seja física ou mentalmente. Se você começar a fazer alguma coisa, estará movendo-se para fora de seu centro. Quando estiver apenas sendo, isto é meditação. Não é possível fazê-la, não é possível praticá-la. É preciso apenas compreendê-la.

Sempre que você conseguir, pare todo o resto e encontre tempo para apenas ser. Após ter experimentado esse estado de tranquilidade, aos poucos você começará a fazer coisas, mantendo-se alerta para que seu ser não seja perturbado. Isso não significa que você tenha que fugir da vida: você se torna o centro do ciclone.

Sua vida continua e, na verdade, torna-se mais cheia de alegria, com mais visão e criatividade. Ainda assim, você está nas nuvens, um observador nas montanhas, apenas vendo o que ocorre ao seu redor.

Meditação não é ciência, não é arte, não é trabalho – é jeito. Brinque um pouco com a ideia de que não está fazendo nada. Um dia você se surpreenderá: ela terá acontecido. Basta esperar o momento certo. Dizem que devemos agarrar as oportunidades. Pois eu digo o contrário: continue aberto à meditação e, quando o momento chegar, quando você estiver realmente relaxado e aberto, a meditação irá agarrá-lo. E depois disso não o deixará mais.”
— Osho Bhagwan Shree Rajneesh

Qualquer momento pode ser uma meditação, meditar é observar, essa é a essência. Os vídeos abaixo buscam explicar facilmente o que é meditar. Não se preocupe em fazer exatamente como no vídeo fala, tudo tem seu tempo, procure relaxar no presente, se você se esforçar vai perder o sentido. O esforço consiste apenas em ter disciplina, em reservar pequenos momentos para a meditação diariamente. Mas durante ela relaxe para obter os benefícios, a meditação pode ser na posição que você quiser, como se sentir confortável, mas é importante manter a coluna alinhada para a melhor circulação do sangue, da energia vital e oxigenação dos tecidos permitindo maior vitalidade ao organismo.

Introdução

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Parte 5

Parte 6 Final

Fonte: Evolução da Consciência

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *