CONSUMO CONSCIENTE É A MODA

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

CONSUMO CONSCIENTE É MODA OU ESTILO DE VIDA?

CONSUMIDOR CONSCIENTEOlá pessoal!

Tenho visto muito este assunto de consumo consciente em artigos e blogs. Muito tem se falado que o consumo consciente é a moda do momento. Para mim assim como para muitas outras pessoas o consumo consciente não é apenas uma moda passageira, uma ideia que está em voga, mas um ideal que faz parte de um estilo de vida próprio. Antes de dar dicas de como você poderia ter atitudes conscientes na hora de consumir, vamos falar um pouco sobre como estar mais atento e saber refletir na hora de comprar qualquer coisa. Esse é o foco da ideia de consumo consciente, atenção e reflexão sempre que desejar ou precisar comprar algo pra você, pra alguém, pra sua casa…

Sem querer levantar uma discussão sobre diferenças de gêneros, acho que não é novidade pra ninguém que nós mulheres consumimos mais do que os homens, e termos de roupas, calçados, cosméticos e itens pessoais, assim fica claro o peso e valor da mulherada na indústria e consequentemente na sociedade, né. Mas é claro que não estou livrando a responsabilidade dos homens envolvida, por exemplo, numa família ou casal que decide ter mais atenção em tudo que consome. É certo que quando você passa a observar como é feito tudo que você compra, começando pelos básicos como comida e roupa uma questão vai surgir na sua mente quase que instantânea, mas como eu posso ser um consumidor consciente? Como diminuir a compra das grandes marcas e corporações? Eu também me perguntei, não tenho a chave-mestra para te dar a solução perfeita, mas muitas pessoas inspiradas em viver com maior empoderamento e responsabilidade sobre sua história mostram passos fáceis para o iniciante estar mais consciente em qualquer compra.

O mundo da moda é uma das áreas muito debatidas em relação ao consumismo, blogs variados dão muitas dicas de visual, roupas naturais, cosméticos e alimentos livres de agressão aos animais e como customizar, reaproveitando suas roupas. A busca pela resposta será possivelmente constante e mutante, assim como a pergunta que parte de você que perceberá que pode e deve mudar constantemente quando escolhe abandonar velhos conceitos e buscar seu caminho interior. Isso inclui abrir espaço para organizar sua vida, seu guarda-roupas, e até mesmo rever sonhos que estavam afogados entre as contas do cartão de crédito e limite de cheque especial.

Veja como você pode aplicar o consumo consciente no dia-dia com dicas que sigo e funcionam pra mim:

Comece hoje arrumando seu guarda roupa e tirando aquilo que você não usou no último ano aproximadamente;
Procure doar num centro comunitário de sua cidade, ou para pessoas que conheça;
Estabeleça um período e revise seu guarda roupa e veja se tem coisas que não usou – acessórios, bolsas, livros – retire e doe se possível;
Use o método de organizar a casa rapidamente, em 15 minutos (coloque o celular pra despertar e veja o que recolhe de bagunça e lixo numa sacolinha), perceberá como pode lavar uma louça rápido, arrumar a sala, ou o quarto, sobrando mais tempo para outras coisas;
Faça uma lista de supermercado semanal simples e que direcione a compra para a alimentação da semana, pense em pratos simples, que você goste de fazer;
Faça sua lista de prioridades para o que necessariamente precisa adquirir, seja um eletroeletrônico, um veículo, uma viagem, um curso, investimento no trabalho e sempre que pensar em comprar algo, veja se não valeria a pena investir numa dessas prioridades;
Use o tempo a seu favor, não compre na primeira vez que bater a vontade, ou ver o produto. Vá para casa, pense, durma, e depois de um dia ou vários verá que muitas vezes não era necessária a compra e pode ser evitada, voltando sua atenção e energia para suas verdadeiras prioridades;
Experimente o desafio de passar um ano sem comprar roupa e/ou calçado;
Leia rótulos de produtos, veja se está consumindo e alimentando-se do melhor para você e sua família;
Questione-se sobre o que precisa para ser saudável e feliz.

Com essas atitudes muitas pessoas vêm partilhando do ideal de um mundo mais consciente e uma vida mais feliz, adotando novas formas de ser e se ver. Uso todas essas dicas que aprendi com outras pessoas na rede e tem me ajudado. É claro que ainda tenho muito por me adequar. Além disso, 2015 está apenas começando e o ano promete muitas mudanças positivas. Lembre-se menos é mais às vezes.

Gostou desse texto?

Compartilhe com alguém!

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *