Comer folhas verdes evita dano mental

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

COMER FOLHAS VERDES DIARIAMENTE PODE EVITAR DANO MENTAL POR 11 ANOS

 

Espinafre verduraDiante dos diversos estudos científicos realizados na área da saúde e alimentação é de se esperar que a maioria de nós aceite que vegetais fazem bem a saúde. E quem não gosta de informações novas que ajudem a entender ainda mais os benefícios dos alimentos naturais. Um estudo recente avaliou pessoas idosas considerando fatores genéticos e estilo de vida e concluíram que comer folhas verdes diariamente pode evitar dano mental por 11 anos.

Pesquisadores da Universidade de Rush em Chicago (EUA) acompanharam e avaliaram anualmente a alimentação (dieta) e habilidades mentais de 950 pessoas idosas por dois a dez anos.

Os participantes tinham uma idade média de 81 anos, fizeram 19 testes para avaliar a capacidade mental. Além disso, numa lista de 144 itens anotaram quais alimentos e bebidas tinham maior frequência em sua dieta.

As pessoas que comiam vegetais de folhas verdes, como espinafre e couve, uma ou duas vezes ao dia vivenciaram um menor declínio cognitivo, significativamente menor que as pessoas que não comiam tantos vegetais, ainda que outros fatores, como educação, exercício e histórico familiar de demência fossem considerados.

Prevenção eficaz

Os participantes do estudo que comiam mais folhas verdes impediram o prejuízo mental por uma média de 11 anos.

“Perder a memória ou habilidades cognitivas é um dos maiores medos das pessoas à medida que envelhecem. Como o declínio da capacidade cognitiva é central para a doença de Alzheimer e outras formas de demência, o aumento do consumo de vegetais de folhas verdes pode oferecer uma maneira muito simples, acessível e não invasiva de potencialmente proteger o cérebro”, disse a principal pesquisadora do estudo, Martha Clare Morris.

Morris acredita que os benefícios advindos ao comer folhas verdes diariamente são provavelmente devido aos altos níveis de vitaminas e nutrientes que as verduras contêm, tais como vitamina K, luteína, folato e beta-caroteno.

Fonte: Telegraph/Imagem

 

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *