A MENTE ALÉM DA MATÉRIA: CIENTISTAS REVELAM SEGREDOS DA AURA HUMANA

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

A Mente além da matéria: Cientistas revelam segredos da aura humana

Um cientista russo tem estudado o campo da energia humana e está afirmando que as pessoas podem mudar o mundo simplesmente usando sua própria energia. Embora essa ideia não seja nova, muitos não tomaram o tempo necessário para provar cientificamente tais ideias – embora o campo da física quântica tenha lançado alguma luz poderosa sobre o tema ao longo dos anos. Dr. Konstantin Korotkov, professor de física na Universidade Técnica do Estado de São Petersburgo, afirma que quando temos pensamentos positivos ou negativos, cada um tem um impacto diferente sobre o ambiente que nos envolve.

“Estamos desenvolvendo a ideia de que nossa consciência faz parte do mundo material e que com a nossa consciência podemos influenciar diretamente nosso mundo”, disse o Dr. Konstantin Korotkov.

Não podemos ver a energia muito facilmente com o olho humano e, portanto, o mundo da energia invisível pode ser difícil para a mente apreender sem medições científicas para verificar o que está ocorrendo.

Talvez por isso o estudo da consciência afetando nossa realidade tenha permanecido praticamente intocado por tanto tempo. Para ajudar a criar uma ponte entre nosso mundo físico e invisível, experimentos científicos usando uma técnica chamada bioeletrofotografia estão sendo realizados. Nesses experimentos, uma suposição deve ser feita que afirma que o corpo humano e a consciência estão constantemente emitindo energia. Seguindo este pressuposto, a bioeletrofotografia visa capturar esses campos de energia vistos como uma luz em torno do corpo. No mundo metafísico essa emissão de energia é conhecida como a aura de uma pessoa, enquanto que no campo científico, é frequentemente referida como nosso campo de energia.

A Pesquisa em Princeton

O Dr. Korotkov não é o único que estuda os efeitos da mente, dos pensamentos e da energia humana no ambiente. O Laboratório de Pesquisa de Anomalias de Engenharia de Princeton (PEAR) também tem tentado envolver suas cabeças no assunto e concluíram que a mente tem de fato uma capacidade sutil de influenciar a saída de dispositivos conhecidos como Random Event Generators (REGs).

Um projeto que inicialmente começou quando um estudante estava curioso para estudar os efeitos da intenção e mente humana no ambiente circundante, transformou-se em um laboratório de testes rigoroso onde o Dr. Robert Jahn e seu assistente de laboratório gastaram muitas horas experimentando para determinar se ou não a mente tem um efeito sobre o nosso mundo físico. Jahn e seu assistente foram capazes de determinar que as interações das mentes humanas com as máquinas demonstraram uma relação que não era de natureza física. A mente era capaz de efetuar e alterar os resultados da máquina de maneiras que estavam além das explicáveis. Em essência, a consciência estava tendo um efeito sobre o mundo físico.

Para determinar os efeitos da intenção das mentes no mundo físico, eles construíram várias máquinas chamadas gerador de números aleatórios. A máquina seria essencialmente imitar uma jogada de cara/coroa e gravar os resultados ao longo do tempo. A máquina realizou 200 voltas por segundo e produziu uma média de 100 como seria de esperar. Deixada sem vigilância, a máquina continuaria a produzir resultados que sugeriam uma chance de 50 a 50 de produzir cabeças ou caudas. Os resultados interessantes vieram quando a intenção humana começou a interagir com a máquina. O que antes era uma chance aleatória 50 a 50 de produzir cabeças ou caudas começou a desviar-se da expectativa quando o observador começou a desejar que os números fossem mais altos ou mais baixos. Enquanto os efeitos da mente sobre as máquinas não eram grandes, era suficiente que a física contemporânea fosse incapaz de explicar o que exatamente estava acontecendo. Talvez seja aqui que o mundo quântico possa lançar luz?

As implicações que essa pesquisa poderia ter para a humanidade são bastante fascinantes, uma vez que poderia alcançar os reinos de criar um mundo de paz, vida saudável e alegria. Se as intenções e pensamentos podem impactar algo da maneira que foi demonstrada acima, por que não explorar os limites por onde isso pode ir? Eu acredito que criamos nossas realidades com nossos pensamentos e intenções, eu sinto que a ciência está começando a confirmar isso e com o tempo iremos perceber o verdadeiro poder de nossas mentes e intenções.

O vídeo abaixo é uma sinopse muito breve do laboratório de pesquisa de Anomalias de Engenharia de Princeton da Universidade de Princeton, cuja pesquisa sobre a interação mente-matéria é a base da Psyleron Technology.

[Via Collective Evolution]

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *