Na visão do Taoismo você é um monte de nada, e a física concorda

Facebooktwitterpinterest

A filosofia do Taoismo trata da essência e natureza da condição humana

Tao pode ser descrito como o princípio do não-serque dá origem a todas as coisas.

É o vazio – presente em tudo o que é.

Difícil de entender?

Pois é, não é fácil mesmo. Mas hoje esse conceito abstrato já pode ser cientificamente comprovado.

Nossas células são compostas por milhões e milhões de átomos e, segundo a física quântica, mais de 99,9% deles são formados por espaços vazios.

Isto é, nosso corpo físico tem uma imensa porcentagem de vazio.

É um monte de nada.

O vazio cria a energia, a matéria e o corpo físico, que percebemos através dos nossos órgãos sensoriais.

Esse corpo físico é repleto de partículas subatômicas e estas só podem ser entendidas por meio de suas interconexões, das relações e dos movimentos que estabelecem entre si.  

Para a física quântica, o universo é um processo harmonioso, unificado, um entrelaçamento dinâmico de elementos inter-relacionados – precisamente o pensamento fundamental da FILOSOFIA TAOISTA e também da BUDISTA.

E, se para o Taoismo a origem de tudo é o vazio, o não-ser, esse é também o estado ao qual retorna tudo o que é.

Pois aquilo que existe, morre. Do vazio surge a forma e da forma, o vazio.

Essa milenar observação chinesa é análoga à teoria da relatividade da física moderna, que criou 2 conceitos opostos: de MATÉRIA e ENERGIA, uma transformando-se incessantemente na outra

Esse fenômeno de transformação não implica um julgamento de valor – nem a forma é boa, nem o vazio, ruim ou vice-versa.

O que se revela é uma relação de HARMONIA e EQUILÍBRIO entre todas as coisas.  

Isso é a NATUREZA: equilíbrio harmonioso. E nós somos parte dela.

O que ocorre no meio ambiente pode ocorrer com o ser humano.

Conhecendo a natureza, você aprende a conviver em equilíbrio consigo mesmo e com o meio.

Equilíbrio significa vida e morte, fraqueza e força, saúde e doença, pois o Tao é responsável por todos os lados desse balanço.

O caminho taoista propõe a restauração do estado pleno de vida e consciência, chamado tao.

Para isso, utilizam-se vários meios, como as práticas que promovem a boa saúde física e mental, o estudo de clássicos escritos pelos grandes mestres do passado, os métodos místicos para a restauração da ordem interna e fundamentalmente a meditação, como caminho de autotransformação e elevação espiritual.

Namastê!

Facebooktwitterpinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.