Casais sem filhos têm relacionamento mais estável e feliz, aponta estudo

Facebooktwitterpinterest

Um estudo da Open University, realizado com 5.000 pessoas no Reino Unido, concluiu que casais sem filhos tem relacionamento mais estável e feliz.

A pesquisa que durou dois anos e foi publicada pelo Huffington Post UK mostrou que os casamentos mais felizes e estáveis ​​foram aqueles sem filhos.

De acordo com os resultados obtidos os envolvidos na relação que decidiram não ter filhos se sentem mais valorizados pelos parceiros e satisfeitos em seus relacionamentos.

Regras para manter a “sociedade ideal”

Dentro da sociedade, os relacionamentos românticos tiveram padrões estabelecidos com regras convenientes para manter a sociedade estruturada tal como é – e um desses padrões é a descendência, a estabilidade e a felicidade (mesmo que só na aparência).
Não é?


Mas a sociedade muda e temos visto ampliar o que se entende por família, educação, etc.

Assim, muitos casais se veem sob pressão para ter filhos, mesmo sem estarem totalmente certos de que estão prontos ou de que isso vai mesmo lhes fazer mais feliz.

Principalmente as mulheres, cuja idade fértil é mais curta, diga-se de passagem… (Só uma mulher sabe o que É ESSA PRESSÃO.) Tudo que ela ouve, pra melhor ou pra pior dependendo da cultura local que esteja inserida por ex: sua cidade, família, religião, amigos, trabalho.

Mas CALMA, okay…

Um estudo apontar essa questão não significa necessariamente que, se você decidiu ter filhos, vai ser infeliz pelo resto da vida né amigxs! Até porque o estudo ainda é uma visão geral do assunto.

Serve pra nos fazer pensar e refletir, para então decidir com clareza o que queremos e os motivos de querermos algo.

Muitas vezes projetamos a felicidade em algo que não é a resposta.

Dessa forma, podemos ter estudos como exemplo, fatos que dão suporte a uma hipótese, mas o responsável por sua felicidade ainda é você, com suas próprias conclusões e decisões.

Como ter um bom relacionamento?

Essa pesquisa também concluiu algo que já dissemos aquiseja grato – a chave para um relacionamento saudável é agradecer e elogiar o seu parceiro com frequência.

Muitas vezes as pessoas deixam de prestar atenção ao parceiro para cuidar dos filhos e, assim, o outro não se sente amado e valorizado, apontou a pesquisa.

Diferenças cruciais

A pesquisa garante que os homens heterossexuais não se doam com a mesma intensidade aos seus relacionamentos e que tem maior dificuldade em se comunicar com suas parceiras sobre interesses comuns ou em dizer “Eu te amo”.

Também descobriu que pessoas que já estiveram em um relacionamento de longo prazo antes tem mais chances de saberem fazer durar o próximo relacionamento.

O estudo também afirma que as mulheres sem filhos não relataram sentir tanta satisfação com suas vidas quanto as que tem filhos, que ainda se disseram mais felizes do que o resto do grupo, mesmo quando estavam em relacionamentos ruins ​​e situações difíceis.

O que pode indicar ainda o medo da mulher se expressar devido a pressão da sociedade, que idealiza o papel de mãe e esposa.

Por fim, de acordo com este estudo, os pais solteiros se dizem um pouco mais felizes do que os casados.

Isso em todas as idades, níveis socioeconômicos e orientação sexual.

Via Milenio

Facebooktwitterpinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.