PIMENTAS EVITAM DOENÇAS E AJUDAM EMAGRECER

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

SAIBA QUAIS PIMENTAS PROTEGEM O CORAÇÃO E QUEIMAM CALORIAS

PIMENTAS AMARELAS CAPSICUM - BROTANDO CONSCIÊNCIA

Estudos científicos em todo o mundo demonstraram que as diversas espécies de pimentas evitam doenças e ajudam  emagrecer. Conhecidas como malaguetajalapeño, cayene, dedo-de-moça, pimenta-bode, cumari, cambuci, biquinho, são do gênero Capsicum e possuem ação antimicrobiana, antiinflamatória e anticancerígena.

Interessou? Pois é, caro leitor (a) pode anotar aí: A pimenta é mesmo um poderoso aliado da saúde humana. 

PIMENTA: UM ALIMENTO FUNCIONAL

Os benefícios da pimenta são tantos que hoje este condimento indispensável no preparo de peixes e outras carnes, caldos, e molhos é descrito como um alimento funcional, antioxidante natural, por seus importantes benefícios que ajudam a manter o organismo em equilíbrio e livre de doenças. As informações mostram que a ingestão de pimentas ajuda a combater o envelhecimento do organismo além de prevenir e curar muitas doenças dentre as principais: a aterosclerose, obesidade, colesterol alto, diabetes, reumatismo, tromboembolismo, acidente vascular encefálico, gripes, infecções e câncer.

Então, vamos à lista das PRINCIPAIS PROPRIEDADES MEDICINAIS DAS PIMENTAS

  • Antioxidante: prevenindo e combatendo o envelhecimento e doenças degenerativas;
  • Analgésica: já era utilizada há milênios para aliviar dor de dente, de estômago e na acupuntura chinesa, como coadjuvante no tratamento da enxaqueca;
  • Digestiva: Melhora a digestão e favorece a cicatrização de feridas (úlceras gástricas), reduz a produção de gases e melhora a produção de sucos gástricos;
  • Termogênica: ou seja, acelera o metabolismo, e ajuda a emagrecer;
  • Anticancerígena: rica em vitamina C, beta caroteno e outras substâncias antioxidantes, a pimenta previne tumores, principalmente de pâncreas e próstata;
  • Anticoagulante: a formação excessiva de coágulos no sangue pode causar lesões sérias quando o coágulo obstrui um vaso sanguíneo. A pimenta auxilia quebrando esses coágulos e prevenindo esses tipos de doenças.
  • Controle do Colesterol: estudo feito na PUC do Rio de Janeiro demonstrou redução de 45% no colesterol total de ratos e humanos com uso do extrato da pimenta dedo-de-moça, impressionante, não?
  • Controle da glicose: estudos revelam que o consumo de pimenta diminuiu expressivamente os níveis de glicose no sangue, funcionando como ferramenta contra o temido Diabetes tipo 2.

É claro que eu não ia deixar vocês saírem deste post sem saber quais são os nutrientes e princípios ativos responsáveis por essas incríveis propriedades das pimentas. Por isso…

AS PIMENTAS CONTÊM:

Vitaminas A, C e E: essas vitaminas são potentes antioxidantes que combatem os radicais livres retardando o envelhecimento.

Capsaicina: previne o envelhecimento celular, acelera o metabolismo e é afrodisíaca. É altamente termogênica, e por isso ajuda a emagrecer! Seus efeitos ocorrem porque aumentam a temperatura corporal com eficiência. Essa dissipação de calor ocorre na gordura marrom, um tipo de gordura do nosso corpo que é ricamente vascularizada.

Piperina: antioxidante, previne a formação de placas nas artérias, que prejudicam o fluxo de sangue e causam infartos, e outras doenças.

Endorfina: neurotransmissor liberado ao ingerir pimentas funciona como analgésico natural, também responsável pela sensação de bem-estar.

Beta-endorfinas e serotonina: tem sua produção aumentada no cérebro, atua como antidepressivo natural, melhora a função cerebral, estimula a produção de melatonina e de hormônios da suprarrenal, alivia dores e equilibra a produção do ácido clorídrico no estomago.

As substâncias capsaicinóides são as responsáveis pelo sabor picante de cada pimenta e é variável, quanto mais picante, maior a quantidade do princípio ativo.

Cada pessoa deve sempre adaptar o sabor do tempero ao seu paladar, essa especiaria é muito valorizada para dar um toque especial aos alimentos e é uma fonte rica de nutrientes medicinais. Também é importante observarmos a quantidade, para que não se altere a qualidade dos efeitos desejados!

Ufa… que leitura heim! 🙂 Mas agora você já sabe de tudo isso. Desejo muito tempero e ótima saúde no dia-dia de todos!

Gratidão pela visita! Participe! Comente! Deixe sua sugestão!

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *